check close

Artenge Construtora

O que marcou 2019 na Construção Civil?
2020-01-10

O que marcou 2019 na Construção Civil?

É esperado que o PIB da Construção Civil de 2019 feche com crescimento de 2% e que 2020 chegue a 5%. As pessoas voltaram aos plantões de venda, impulsionando os números de lançamentos e vendas.

O crescimento ainda é tímido, mas consistente. 2019 encerrou com mais obras e com geração de mais empregos, consolidando o setor da construção civil como um dos motores da economia. Estes são os principais ingredientes para o crescimento: geração de renda e investimentos.

Mas isso tudo se deve a outros fatos ocorridos durante 2019. No final de 2018 foi sancionada a lei do distrato para dar mais segurança às transações imobiliárias, o que aumentou o otimismo das empresas do ramo. Com isso, o início de 2019 já apresentou um crescimento de 9,7% em vendas e 4,2% em lançamentos em relação ao mesmo período de 2018, o que já mostrou uma retomada.

Já no segundo trimestre, os números foram ainda melhores: as vendas tiveram um crescimento de 16% em relação ao mesmo período de 2018 e os lançamentos cresceram 11,8%. Neste período foi lançado uma nova modalidade de crédito vinculado ao IPCA, além da queda de juros dos créditos vinculados à TR. Os financiamentos ficaram mais fáceis e menos oneroso.

A queda de juros e a nova modalidade de crédito contribuiu muito para este crescimento. Segundo o CBIC, os lançamentos cresceram 23,9% no terceiro trimestre de 2019 em relação ao período anterior e as vendas 15,4%, fazendo deste um dos melhores períodos para se obter um financiamento, pois os juros estavam baixos e os estoques em níveis saudáveis.

No último semestre de 2019, os juros para o financiamento com reajuste da TR chegaram à 6,75%, o menor índice da história, e a concorrência dos bancos ainda está acirrada, pois todos estão com taxas baixas. Com créditos facilitados, negociações flexíveis e geração de renda este deve ser o melhor semestre do ano e deve puxar o crescimento do PIB da construção civil.

Em 2019 o setor imobiliário saiu do fundo do poço e deve impulsionar a economia. O setor foi responsável pelo crescimento de 10% dos empregos e a tendência é dobrar esse número em 2020 e gerar mais renda.

A tendência para 2020 é que os lançamentos continuem crescendo para manter os estoques, e os preços mantenham-se estáveis. Com juros baixos e crédito facilitado, os imóveis ficaram ainda mais fácil de serem adquiridos. Devem ter uma maior valorização devido à demanda habitacional que ainda é grande no Brasil, além de uma modernização das construtoras e oferta de imóveis mais sustentáveis e tecnológicos.



Saiba mais:

- Casa ou Apartamento? Privacidade ou Segurança?

- Planejando a Compra de Um Apartamento na Planta

- Fatores que Influenciam na Valorização de um Apartamento

- Você Conhece a Documentação Necessária para um Financiamento Imobiliário?

- Apartamento Decorado: Vale a Pena Visitar?

- O Lugar Perfeito para Morar: A Importância da Localização do Seu Apartamento

- O que Realmente Importa em um Lar?

- Imóveis Melhores com Parcelas Menores

- Patrimônio de Afetação para Segurança Jurídica na Compra na Planta

- Mercado Imobiliário, um Investimento Seguro

Compartilhar

Comente

show Room