check close

Artenge Construtora

Construtech Week Apresenta Inovações para a Construção Civil
2019-10-28

Construtech Week Apresenta Inovações para a Construção Civil

O Construtech Week integra vários eventos durante uma semana em Londrina.Inicia com o 2º Hackathon Construtech no dia 18 e encerra com um Jantar Comemorativo no dia 25 e,tem na programação da semana rodadas de negócios, simpósio sobre economia da construção, o workshop “Construções Inteligentes, o Caminho para o Futuro”, palestras sobre o BIM e muito mais.

Uma intensa programação em vários locais de Londrina junto com entidades, construtoras, instituições de ensino, empresas e profissionais reunidos em busca de novidades ou apresentando inovações para o setor da construção civil. A semana é uma realização do Sinduscon Paraná Norte e do Sebrae; tem o Senai como co-realizador, a produção é da Icon.

Os principais assuntos abordados foram as novas tecnologias e inovações no setor e os caminhos para o futuro.

2º Hackathon Construtech Week 2019

O segundo Hackathon de construtechs aconteceu entre os dias 18 a 20 de outubro dentro da programação da Construtech Week 2019.

Este evento tem como principal objetivo oferecer soluções para problemas da construção nas áreas do setor como gestão de obra, inteligência de mercado, gestão de projetos, materiais e métodos construtivos, mão-de-obra e sustentabilidade.

É possível ver que muitas empresas estão buscando contratar serviços de construtechs para solucionar suas ‘dores’ ou até mesmo adquirir parcial ou integralmente estas startups para incrementar seu potencial tecnológico ou abrir novos caminhos de negócios.

Simpósio e Encontro de Gestão e Economia da Construção Civil

O XI Simpósio Brasileiro de Gestão e Economia da Construção - SIBRAGEC e VIII Encuentro Latinoamericano de Gestión y Economía de la Construcción - ELAGEC foram realizados durante a Construtech Week 2019 como parte da programação, entre os dias 23 a 25 de outubro., O objetivo é unir a academia e o setor privado, um desafio que pode ser uma saída para as mudanças tão necessárias.

O evento trouxe grandes pesquisadores e consultores do México, Chile, Portugal, Espanha e Inglaterra. Londrina recebeu pela primeira vez o evento, que abordou o tema "Do conhecimento à ação: práticas avançadas de gestão da produção". O objetivo é promover a cooperação entre pesquisadores e disseminar os avanços técnico-científicos sobre a temática.

Embora os principais temas abordados tenham sido inovação na construção civil e interação universidade-empresa, pudemos notar que era comum falar em um sistema mais colaborativo, onde, nas palavras do Gerson Guariente Jr. (SINDUSCON e ICON) “quem faz as mudanças somo nós”. As mudanças são feitas por pessoas, não se pode esperar que seja feita pelo governo ou por alguma instituição.

O diretor técnico Alexandre M. A. Mourão da CRolin Engenharia traduziu muito bem como isso funciona na prática, “gerar conhecimento e transmitir conhecimento”. Para o Ricardo Cadinhoto da Universidade de Bath no Reino Unido é preciso mudar a forma como se ensina, de forma disruptiva para se adaptar as mudanças, e complementou que apesar dos jovens de hoje serem mais colaborativos, eles tem dificuldade de comunicar com outros setores.

Além disso, todas as empresas e universidades presentes estavam preocupadas em diminuir os resíduos, ser mais sustentáveis e cuidar melhor de seus colaboradores. Algumas soluções são bem simples como usar um triturador para compactar os resíduos nas caçambas, diminuindo as caçambas e os transportes, outros mais complexos como o uso do BIM ou a aplicação dos princípios Lean na construção civil.

Um dos cases mais inovadores apresentados foi da empresa TecVerde, pelo seu diretor Pedro Moreira: suas habitações são produzidas em fábricas e montadas nos canteiros de obra, tem um novo modelo de negócio onde o processo e a produção são muito bem alinhados e buscam, principalmente, compartilhar conhecimentos, integrar com universidades em busca de novas tecnologias, reter talentos e ter uma cultura de inovação e sustentabilidade.

Outro case interessante foi da HTB Engenharia, apresentado pelo seu superintendente técnico, Thomas Diepenbruck: eles aplicaram os princípios lean na construção civil com práticas sustentáveis, excelência na produção, redução de custos e gestão de serviços contratados, entre outros. Para resumir esta mudança, eles mapearam problemas, validaram com os diretores, buscaram soluções e fizeram pitchs com os responsáveis de cada área para avaliar as soluções e aplicá-las.

Senai Experience

O Senai Experience foi um evento bem prático, com experimentações do que há de mais moderno em tecnologias voltadas para o mercado imobiliário e também com palestras técnicas como a do BIM além do 3D, que mostrou as estratégias e operações possíveis com esta ferramenta, além de mostrar sua integração com sistemas de lazer com muitas utilizações no setor imobiliário.

O evento teve apoio do Senai de Tecnologia em Construção Civil e trouxe diversas possibilidades para que as empresas possam implantar projetos inovadores.

2º Workshop Construindo o Futuro

Para fechar a semana, no dia 25 foi realizado o Workshop Construindo o Futuro, que apresentou algumas novas tecnologias, inovações e as tendências do setor.

O evento começou com uma introdução feita pelo Sr. Rodrigo Zacarias, presidente do Sinduscon, que resumiu o quanto este evento vem evoluindo e trazendo conhecimentos importantes para o setor imobiliário de Londrina e região, colaborando para as mudanças e transformações necessárias para este mercado.

A primeira palestra foi feita pelo Marcos Araújo da Data Store, que mostrou as tendências e os principais tipos de consumidores modernos e mostrou suas pesquisas de como as residências vem diminuindo, assim como as famílias. Ele também esteve presente no 1º Workshop Construindo o Futuro em 2018 e na ocasião tinha apresentado uma pesquisa com os produtos em alta na época, mas o mercado vem mudando muito rapidamente, na mesma proporção que as necessidades do seu público alvo.

Na sequencia o professor Eduardo Toledo da Poli-USP mostrou como o governo vem disseminando o BIM no Brasil, criando obrigatoriedade da ferramenta em obras públicas e programando ações como a integração nas grades curriculares das universidades ou cursos EAD. Uma ferramenta importante para a transformação digital das empresas de construção.

O sócio da TG Core veio mostrar seu fundo de investimento com o objetivo de colaborar com o desenvolvimento imobiliário do Brasil e também da nossa região. Explicou como funciona os fundos e as parcerias com as construtoras, incorporadores e loteadoras. Além de ter sido muito otimista com o reaquecimento da economia e indicar que este é um ótimo momento para novos lançamentos.

Para encerrar vimos o case de sucesso da Modular (habitações modulares) pelo seu fundador Saulo Suassuna, que trouxe um modelo muito inovador de negócio imobiliário onde as casas vão se ajustar ao tamanho da família e aos diferentes momentos do ciclo de vida do cliente.

Para encerrar com chave de ouro

O encerramento do Construtech Week 2019 foi marcado por um Jantar Comemorativo que marca o dia da Construção Civil, 26 de outubro. Além de comemorar a data e o sucesso do evento, o jantar teve como objetivo aproximar os profissionais do setor fazendo um convite para a colaboração e o compartilhamento de conhecimentos.

Na noite também foi conhecido o vencedor do 2º Hackathon Construtech 2019. Das 13 equipes que desenvolveram projetos, 3 finalistas foram selecionados, que trouxeram soluções como uma central de cadastro de prestadores de serviços, um app de controle de custos e um aplicativo que busca fazer a comunicação entre os trabalhadores da obra e os que estão no escritório.

A construção civil é um setor muito forte para a economia do Brasil e tem muito potencial de crescimento. A expectativa é que em 2020 o mercado imobiliário continue aquecendo, e principalmente, se desenvolvendo mais rapidamente.


Compartilhar

Comente

show Room