check close

Artenge Construtora

Como Funciona o Financiamento Imobiliário?
2020-06-03

Como Funciona o Financiamento Imobiliário?

Quando se decidi comprar um imóvel você pode pagar à vista, fazer uma permuta ou, na maioria das vezes, fazer um financiamento. Essa é a realidade da maioria dos brasileiros que querem fugir do aluguel e ter um patrimônio.

O financiamento é feito pelo banco que paga ao vendedor, por isso, na maioria das vezes a escritura é registrada como de alienação fiduciária onde o imóvel está registrado ao comprador, vinculado ao banco, que em casos de inadimplência retomam o imóvel.

Mas antes de financiar é preciso pagar uma parte, em torno de 20% para o vendedor, muitas vezes é parcelado na planta ou negociado direto com o vendedor, construtora ou incorporadora.

Outros custos a serem considerados são da documentação, dos impostos e custos de cartório. Após a entrega das chaves também terão outras despesas como IPTU, manutenção, seguro, entre outras.

Crédito Ampliado
Atualmente várias instituições bancárias estão fazendo financiamentos, com esta concorrência as taxas de juros ficaram menores, as menores da história. A queda da SELIC também influenciou bastante nesta redução de juros.
Também foram implantadas novas modalidades de financiamento, já era comum fazer financiamentos atrelados a TR (Taxa Referencial), agora também é possível fazer financiamentos atrelados ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), tem também indices pré-fixados.

Tipos de Financiamento
Os principais sistemas de financiamento são o SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário), desde se originam as linhas de crédito como o MCMV, SBPE e Pró-cotista.
O SFH usa recursos da Poupança e do FGTS e geralmente é usado para programas habitacionais com limites de valores a serem financiados, já o SFI são para valores maiores a serem financiados e não tem limite de renda, é o mais utilizado em empreendimentos de médio e alto padrão.
Hoje as taxas de juros dos dois sistemas estão bem parecidas, por isso muitas vezes é mais vantajoso financiar um imóvel de um valor um pouco maior que proporcione mais qualidade de vida para sua família.
Pesquise as opções de imóveis disponíveis, conheça as vantagens e diferenciais que oferecem, faça simulações dos pagamentos e dos financiamentos. Não se baseie apenas nos valores finais dos imóveis, conheça aos valores das parcelas.

Pré-Aprovação de Crédito
É possível pré-aprovar o crédito no banco que você ja tenha movimentação, mas também é possível simular o financiamento em outras instituições e ver qual oferece uma prestação menor para você.

Financiando um Segundo Imóvel
Você pode financiar um segundo imóvel, ou mais, desde que não comprometa mais de 30% da sua renda familiar. Se você já tem um imóvel quitado pode financiar outro também. Isso só não vale para programas sociais que visam proporcionar um imóvel para quem não tem.

Em todos os casos o banco faz uma análise do crédito do cliente para aprovação do financiamento.



Saiba mais:

- Casa ou Apartamento? Privacidade ou Segurança?

- Planejando a Compra de Um Apartamento na Planta

- Fatores que Influenciam na Valorização de um Apartamento

- Você Conhece a Documentação Necessária para um Financiamento Imobiliário?

- Apartamento Decorado: Vale a Pena Visitar?

- O Lugar Perfeito para Morar: A Importância da Localização do Seu Apartamento

- O que Realmente Importa em um Lar?

- Imóveis Melhores com Parcelas Menores

- Patrimônio de Afetação para Segurança Jurídica na Compra na Planta

- Mercado Imobiliário, um Investimento Seguro

- Despesas com Transações Imobiliárias

Compartilhar

Comente

show Room